Aula sobre influência do processamento sensorial

Você sabe qual é a influência do processamento sensorial? Então aproveite a oportunidade de aprender a ainda ajudar seu filho.

Nessa palestra, a Dra. Thais Caroline Pereira, nos apresenta sobre os sistemas sensoriais (visual, auditivo, tátil, gustativo, olfativo, vestibular e proprioceptivo).

Ela também nos explica como acontece o processamento sensorial em nosso corpo. Como é o transtorno (TPS), a prevalência.

Também explica sobre as contribuições dos sistemas sensoriais (tátil) .

Apresenta em cada etapa de desenvolvimento quais são os sinais de alerta que pais podem observar em cada criança.

Para que você compreenda melhor o assunto, vamos explicar o conceito desse transtorno.

O que é transtorno de processamento sensorial?

 

O processamento sensorial refere-se à maneira como o sistema nervoso recebe mensagens dos sentidos e as transforma em respostas motoras e comportamentais adequadas.

O transtorno de processamento sensorial, também conhecido como SPD, existe quando os sinais sensoriais não são detectados ou não se organizam em respostas apropriadas.

“Seu corpo não está recebendo informações dos sentidos adequadamente e seu cérebro não as processa da maneira certa”, disse Brook Spenner, MS, OTR, SCCE, gerente de serviços de reabilitação da Franciscan Health Lafayette East . “Muitas vezes está ligado a outros diagnósticos como TDAH, espectro do autismo, mas pode ser independente também. Vemos isso também em crianças que lutam com problemas de saúde mental, ansiedade, depressão. Muitas vezes podemos resolver algumas dessas coisas com alguns componentes sensoriais e veremos melhorias nessas coisas também. “

O distúrbio do processamento sensorial pode afetar as pessoas em apenas um sentido – por exemplo, apenas toque ou apenas visão ou apenas movimento – ou em vários sentidos.

Uma pessoa com TPS pode reagir exageradamente à sensação de toque e achar que a roupa, o contato físico ou outra entrada sensorial tátil são insuportáveis ​​e / ou pode responder a uma entrada visual ou auditiva ou a outra entrada sensorial. Outra pessoa pode reagir de forma insuficiente e mostrar pouca ou nenhuma reação à estimulação, até mesmo dor ou calor e frio extremos, ou simplesmente pode ser lenta para responder à sensação.

“Talvez seu filho não goste das marcas nas costas de suas camisas ou se incomode com as costuras de suas meias”, disse Spenner. “É algo em que você os vê reagindo exageradamente às coisas que o resto de nós simplesmente esquece.”

Palestra A influência do Processamento Sensorial no desenvolvimento Neuropsicomotor

 

 

Excelente conteúdo não é mesmo?! A Dra Thais tem um curso preparado com mais conteúdo sobre esse assunto. Saiba mais clicando aqui.

Conheça um pouco mais sobre ela:

– Terapeuta Ocupacional Mestra em Tecnologia em Saúde Especializada em:
– Reabilitação do Membro Superior;
– Terapia da Mão Educação Especial com Ênfase em Inclusão Escolar Saúde Mental;
– Psicopatologia e Psicanálise Com Certificação Internacional em Integração Sensorial pela University Southern California e Western – Psychological Services;
– Consultora de Inclusão Social Escolar.


Importante
Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso de cookies.